Campo Grande/MS, Sexta-Feira, 28 de Abril de 2017 | 02:25
27˚
(67) 3042-4141
Política
Sexta-Feira, 06 de Janeiro de 2017, 17h:59
Tamanho do texto A - A+

Câmara Municipal quer abrir CPI para investigar sumiço de R$ 30 mi

Dinheiro era destinado ao pagamento dos funcionários da Omep e Seleta

Natália Moraes
Capital News

Deurico Ramos/Capital News

Câmara Municipal quer abrir CPI para investigar sumiço de R$ 30 mi

Em audiência pública, vereador Valdir Gomes disse que valor era destinado a pagamentos dos terceirizados da Omep e Seleta

Durante audiência pública que confirmou o retorno ao trabalho dos funcionários demitidos das entidades Omep e Seleta nesta sexta (6), vereadores da Comissão Representativa do caso informaram o sumiço de cerca de R$ 30 milhões. O valor, repassado à Prefeitura, era destinado ao pagamento dos terceirizados.

Conforme o vereador Valdir Gomes (PP), em novembro de 2016 a Casa de Leis repassou à Prefeitura o montante. A expectativa era pagar os salários, rescisões contratuais e décimo terceiro dos trabalhadores, que foram demitidos devido decisão judicial por supostos funcionários fantasmas.

“Na outra legislatura, há repasses específicos para pagar trabalhador da Omep e Seleta. O dinheiro estava alocado e não chegou aos servidores, então vai ter que apurar”, disse.

No entanto, os vereadores constaram que o Município, na época administrado por Alcides Bernal (PP) não repassou os valores para os funcionários. Conforme o vereador, a CPI só poderá ser criada depois que for votada pela Câmara, o que deve acontecer no início do mandato.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix